Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

5 fatores que aumentam a dificuldade para dormir

5 fatores que aumentam a dificuldade para dormir

Se você tem dificuldade para dormir, não está sozinho. Se revirar na cama horas a fio é um comportamento comum para muitos. Nós sabemos qual a importância de dormir bem; uma noite mal dormida, seja pela dificuldade de adormecer ou de se manter em sono, afeta profundamente o nosso dia a dia.

Afeta a nossa produtividade, nos deixa mal humorados, e desencadeia inclusive problemas no nosso metabolismo. A verdade é que poucas coisas são tão ruins quanto não conseguir descansar antes de mais um dia pesado.

Enquanto é possível ter algum distúrbio do sono que demanda cuidados com especialistas, muitos fatores e hábitos diários também aumentam a nossa dificuldade para dormir.

Se você tem sofrido com noites mal dormidas, se perguntando “por que não consigo dormir”, este artigo é para você!

Entenda quais são os hábitos que prejudicam o seu sono e receba dicas para dormir melhor. Continue lendo!

Ansiedade

Em muitos casos a dificuldade para dormir está diretamente relacionada ao nível de ansiedade. Alguns especialistas afirmam que a ansiedade é a melhor amiga da insônia e, por consequência, a pior inimiga do sono.

Tudo começa com um pensamento qualquer, que parece ser inofensivo. Pouco tempo depois este pensamento já cresceu de forma descontrolada, causando medo, angústia e, principalmente, inquietação.

A ansiedade é um caso de saúde mental e é considerada um dos principais males do século 21. Segundo a OMS, no Brasil o número de pessoas que sabem que sofrem com esse distúrbio chega a 10% da população.

Dicas para dormir melhor: a ansiedade pode ser combatida de diversas formas. Em casos mais graves, é fundamental ter o acompanhamento de um psicólogo que irá avaliar a necessidade ou não de medicamentos. Se não for o seu caso, uma boa dica é criar uma rotina de exercícios de respiração e meditação. Não pegou no sono logo em seguida? Não fique parado na cama; levante e faça alguma coisa monótona que ocupe a sua mente, como ler um livro.

Alimentação pesada

Quando era criança com certeza já ouviu que não deveria dormir de barriga cheia. Esse conselho passado por gerações, não é uma mera crença popular. Quando estamos prontos para dormir todo o nosso organismo desacelera o ritmo de funcionamento.

Isso significa, entre outras coisas, que a digestão se torna mais lenta. Portanto, se comemos logo antes de ir dormir, ou comemos algo muito pesado, o organismo não é capaz de digerir corretamente o alimento.

Essa situação pode causar refluxo e outros problemas gástricos que lhe acordam durante a noite, ou até mesmo evitam que seu sono seja profundo.

Dicas para dormir melhor: Procure fazer a sua última refeição do dia pelo menos duas horas antes de se preparar para dormir. Neste período a digestão já terá sido completa. Além disso, evite alimentos gordurosos e ácidos, carne vermelha, especiarias e doces que contenham muito açúcar, eles exigem mais disposição do organismo lhe mantendo acordado.

Consumo de bebidas com açúcar e/ou cafeína

Não se pergunte por que não consegue dormir se você consome bebidas açucaradas e cafeinadas antes de ir para a cama.

Existe uma razão para o hábito de tomar o famoso cafezinho ao acordar e depois de almoçar. A cafeína é um energético natural, que permanece no seu organismo por muitas horas.

Algumas bebidas que você deve cortar do seu consumo durante a noite são: café, refrigerantes, achocolatados, sucos, entre outros.

Dicas para dormir melhor: Se você é o tipo de pessoa que sente muita sede durante a noite, na sua mesa de cabeceira devem estar apenas água e, no máximo, leite. Existem ainda chás, como o de camomila, que podem lhe ajudar a pegar no sono. Mas cuidado, não são todos os chás. Alguns também possuem cafeína, mesmo que não seja o ingrediente principal.

Constante luz de eletrônicos

Se tem um fator principal que aumenta a dificuldade para dormir, é a exposição à luz gerada por smartphones, tablets, computadores e televisão. Os cientistas já alertaram: os eletrônicos atrasam o horário de secreção dos níveis de melatonina, o hormônio regulador do sono.

Essas luzes confundem o nosso relógio biológico. O nosso organismo é acionado e regulado pela iluminação natural do dia. Quando estamos expostos constantemente a iluminação artificial, podemos interromper o processo natural do sono.

Dicas para dormir melhor: Antes de ir dormir, fique longe de todos os aparelhos eletrônicos. Se ainda não estiver com sono, busque atividades mais naturais, como ler um livro, praticar cuidados de beleza, conversar ou meditar. Pelo menos 30 minutos antes de fechar totalmente os olhos, mantenha o local com uma iluminação baixa. 

Atividades físicas na hora errada

Os exercícios físicos são grandes aliados do bom funcionamento do corpo humano, é por isso que aqui no blog da Pax Nacional estamos sempre te alertando sobre a necessidade de se movimentar.

As atividades ajudam o corpo a produzir e liberar hormônios que combatem a depressão e a ansiedade, aumentando a sensação de bem-estar.

No entanto, as atividade também liberam o hormônio adrenalina, nos deixando mais ativos e eufóricos. Se você é o tipo de pessoa que se sente agitada logo após os exercícios, é fundamental que você não os faça no período da noite.

Dicas para dormir melhor: Não deixe de fazer os seus exercícios. Prefira o período da manhã ou da tarde, mas faça. Já está comprovado que 30 minutos diários de atividade aeróbica melhora significativamente o sono. As opções são diversas; você pode andar, correr, nadar, pedalar e até mesmo dançar.

Reconheceu algum hábito da nossa lista? Então está na hora de mudar! Aproveite as nossas dicas e coloque o sono em dia. Uma boa noite de sono melhora a nossa saúde física e mental, e nos deixa mais dispostos para enfrentar o dia seguinte.

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br