Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Cartilha de vacinação: conheça as vacinas oferecidas pelo SUS

Cartilha de vacinação: conheça as vacinas oferecidas pelo SUS

Nós já falamos aqui no blog sobre a importância da vacinação, agora queremos te perguntar: você está com as vacinas em dia? O ministério da saúde possui uma cartilha de vacinação, nela estão incluídas todas as vacinas que devem ser tomadas desde o nascimento. Elas possuem um determinado número de doses e a indicação de idade, então é importante estar de olho nessas informações.

Você pode também contar com várias vacinas oferecidas pelo SUS, e outras que estão disponíveis apenas na rede privada.

Além de ajudar o organismo a responder a uma infecção, a vacina também diminui a intensidade dos sintomas e é capaz de diminuir o risco de transmissão de doenças, protegendo toda a comunidade.

Por isso, preparamos este artigo para você. Confira a cartilha de vacinação desenhada pelo Governo Federal, conheça as vacinas da rede privada e as disponíveis no SUS, e busque sempre a imunização!

Tipos de vacina

Existem dois tipos principais de vacinas. Elas se diferenciam a partir da sua composição e podem ser classificadas em: 1) vacinas de microrganismos atenuados; 2) vacinas de microrganismos inativados ou mortos.

Na primeira classificação, o laboratório responsável pela vacina realiza uma série de procedimentos para diminuir a atividade do vírus ou bactéria. Ou seja, o microrganismo é enfraquecido para que o organismo humano consiga apresentar uma resposta imunológica. Vacinas como a BCG, a tríplice viral e da catapora, estão dentro dessa classificação.

Já na segunda classificação, estão as vacinas que contêm microrganismos, ou fragmentos desses microrganismos mortos. Dessa forma, o sistema imunológico age diretamente sobre o microrganismo, criando uma memória de anticorpos. Caso o indivíduo entre em contato com o vírus ativo, futuramente, o corpo já estará preparado para impedir o desenvolvimento da doença. Vacinas como a da hepatite e da meningocócica, estão dentro dessa classificação.

Cartilha de vacinação nacional

A cartilha de vacinação (que pode ser conferida na íntegra por este link) determina o plano de vacinação nacional, por idades e doses. Todas as vacinas que fazem parte da cartilha são administradas de forma gratuita, ou seja, são oferecidas pelo SUS.

É preciso deixar claro, no entanto, que existem outras vacinas que podem ser diretamente recomendadas por um médico em situações específicas, como em caso de viagem para locais de risco, ou em caso de alergias, por exemplo. Estas são vacinas que podem ser encontradas na rede privada, como veremos mais adiante.

A cartilha de vacinação nacional é divida em 3 grupos de idades: até 9 meses de idade, em crianças de 1 ano até 9 anos, e adultos e crianças a partir dos 10 anos.

Até 9 meses de idade:

Para recém nascidos até 9 meses de idade, as vacinas oferecidas pelo SUS são: BCG (dose única), Hepatite B (1ª dose), Pentavalente (3 doses), VIP/VOP (3 doses), Pneumocócica 10V (2 doses), Rotavírus (2 doses), Meningocócica C (2 doses) e Febre amarela (1ª dose).

Crianças entre 1 e 9 anos:

Tríplice bacteriana (DTPa) (1º e 2º reforço), VIP/VOP (1º e 2º reforço), Pneumocócica 10V (reforço), Meningocócica C (reforço), Tríplice viral (1ª dose), Catapora (2 doses), Hepatite A (dose única), Tetra viral (dose única), HPV (2 doses) e Febre amarela (reforço ou 1ª dose para os não vacinados).

Adultos e crianças a partir dos 10 anos:

Hepatite B (3 doses, indicada caso não tenha sido vacinado entre os primeiros 6 meses de vida), Meningocócica ACWY (dose única), Febre amarela (reforço ou 1ª dose para os não vacinados), Tríplice viral (2 doses), Dupla adulto (doses com reforço a cada 10 anos), HPV (2 doses) e dTpa adulto (dose única).

Além dessas, anualmente deve ser tomada uma dose contra a Influenza. Agora, entenda para que serve cada uma dessas vacinas, a seguir.

Vacinas oferecidas pelo SUS

  • BCG - A primeira vacina a ser tomada ao nascer, protege contra as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea. Ela é administrada em dose única.
  • Hepatite B - Como o próprio nome já diz, protege contra a hepatite tipo B, que pode causar uma infecção grave no fígado. É ministrada em 3 doses, já na primeira infância, mas pode ser tomada em qualquer idade.
  • Pentavalente (DTPa) - Responsável por prevenir difteria, tétano, coqueluche, Hepatite B e meningite por Haemophilus influenzae b. Administrada em 3 doses já na primeira infância.
  • VIP/VOP - É a famosa vacina em gotinha, responsável pela prevenção da poliomielite. Devem ser tomadas 3 doses + reforços.
  • Pneumocócica 10V - Previne doenças invasivas e otite média aguda causadas por Streptococcus pneumoniae. Ao todo são necessárias 3 doses; duas iniciais + reforço.
  • Rotavírus - Previne a gastroenterite que causa a diarreia, comum nos primeiros meses de vida. Administrada em duas doses.
  • Meningocócica C - previne doenças invasivas causadas pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C, incluindo meningite. São 2 doses + reforço.
  • Febre amarela - Como o próprio nome já diz, previne a febre amarela, doença transmitida pelo mosquito aedes aegypti. Dose única.
  • Tríplice bacteriana (DTPa) - É um reforço à vacina pentavalente. Previne difteria, tétano e coqueluche.
  • Tríplice viral - Previne sarampo, caxumba, rubéola. Ministrada em dose única.
  • Tetra viral - Nesta vacina, é acrescentada a proteção contra a catapora. É uma opção à tríplice e também protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Dose única.
  • Catapora - Vacina contra a catapora, serve de reforço à vacina tetra viral.
  • Hepatite A - Vacina contra o vírus da hepatite tipo A, transmitido por alimentos ou água contaminada. Dose única.
  • HPV - Uma das vacinas mais recentes da lista, essa vacina protege contra o Papiloma vírus humano, que não tem cura, é transmitido sexualmente e responsável pelo aparecimento de verrugas nas genitais e cânceres. Administrada em duas doses.
  • Meningocócica ACWY - Previne as meningites e as doenças meningocócicas causadas pela bactéria meningococo dos sorogrupos A, C, W e Y. Dose única.
  • Dupla adulto - Essa vacina precisa ser reforçada a cada 10 anos. Ela protege contra a difteria e o tétano.
  • dTpa adulto - Opção similar a “dupla adulto”; essa vacina acrescenta coqueluche na lista de prevenções. Feita em dose única.
  • Influenza - A famosa vacina da gripe. Todo ano temos que tomar uma nova dose, por conta das novas cepas criadas no ano anterior.

Vacinas da rede privada

Todas as vacinas mencionadas anteriormente também estão disponíveis na rede privada. Para além delas, a rede privada oferece vacinas que não são consideradas essenciais, são vacinas para ocasiões específicas (como viagens) ou apenas para um reforço na saúde do indivíduo.

Veja a seguir quais são elas:

  • Vacina anti dengue;
  • Vacina anti cólera;
  • Vacina anti febre tifoide;
  • Vacina pentavalente contra o rotavírus (5 sorotipos a mais que a ‘Rotavírus’);
  • Vacina anti pneumoco 13 valente (complementa os sorotipos a vacina 10 valente, oferecida pelo SUS);
  • Vacina Zostavax (contra a herpes).

Agora que você já sabe quais são as vacinas disponíveis e oferecidas pelo SUS, que tal dar aquela conferida na sua carteirinha de vacinação e checar se estão todas em dia? A vacinação em massa salva vidas e não pode ser deixada de lado.

Esse é um compromisso de todos com todos. Juntos podemos garantir saúde de qualidade para todo o país!

Esse conteúdo foi interessante para você? Escreva nos comentários o que achou do nosso conteúdo. Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que publicamos!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br