Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Erva-cidreira e capim-cidreira são a mesma coisa?

Erva-cidreira e capim-cidreira são a mesma coisa?

Se você é o tipo de pessoa que está em constante busca por alternativas à medicina convencional, atrás sempre de opções mais naturais para os seus tratamentos, certamente já ouviu falar sobre erva-cidreira e capim-cidreira.

Certamente, inclusive, já deve ter confundido uma planta com a outra. Mas se você se questionava se elas são a mesma coisa, então precisa entender quais são as diferenças e quais os benefícios de cada uma.

Não, o capim-cidreira e a erva-cidreira não são a mesma coisa. Ambas oferecem diversos benefícios à saúde e podem ser utilizadas de várias maneiras, mas para situações diferentes.

Quer aprender a diferenciá-las? Então continue lendo!

Diferenças entre a erva-cidreira e o capim-cidreira

Apesar da similaridade no nome, erva-cidreira e capim-cidreira não são a mesma coisa. O próprio nome científico das plantas já entrega grandes diferenças.

O capim-cidreira é cientificamente conhecido como Cymbopogon citratus e popularmente conhecido como “capim-limão” e “capim-santo”. Já a erva-cidreira é cientificamente conhecida como Melissa officinalis e popularmente conhecida apenas como melissa.

A primeira grande diferença entre as plantas, no entanto, está na apresentação das mesmas. Dificilmente você irá confundí-las: enquanto a erva-cidreira possui folhas delicadas com ramificações e imagem semelhante ao hortelã, o capim-cidreira possui folhas estreitas e compridas, sem caule.

Apesar de ambas oferecerem benefícios à saúde e serem utilizadas, principalmente, em chás e óleos essenciais, suas propriedades são diferentes, causando efeitos diferentes.

Veja a seguir os benefícios de cada uma.

Os benefícios da erva-cidreira

A erva-cidreira capim é rica em nutrientes como os fenólicos e flavonóides, propriedades naturais que possuem efeitos calmantes, sedativos, relaxantes, antiespasmódicos, analgésicos, anti-inflamatórios e, principalmente, antioxidantes.

Ou seja, na medicina alternativa, a erva-cidreira é muito utilizada para combater os radicais livres, evitando o envelhecimento celular e assim prevenindo contra doenças degenerativas, doenças do coração e o câncer.

Por ser rica também em fibras, a erva-cidreira pode ser utilizada para o tratamento de problemas gástricos, como excesso de gases e outros desconfortos causados pela indigestão e refluxo.

Além disso, a erva-cidreira também é muito utilizada para esses fins:

  • Eliminação de fungos e bactérias;
  • Cicatrização das feridas causadas pela herpes;
  • Diminuição da pressão arterial;
  • Diminuição do colesterol ruim;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Combate da ansiedade e do estresse;
  • Alívio dos sintomas da TPM;
  • Alívio das dores de cabeça.

Como usar a erva-cidreira

O principal uso da erva-cidreira é como chá, principalmente no combate à ansiedade e ao estresse. Mas além do chá, você pode utilizar a erva-cidreira em óleos essenciais, no suco e até mesmo em sua forma pura, ao mastigá-la, assim como fazemos com a hortelã.

Dito isso, o consumo exagerado da planta pode levar a uma frequência cardíaca baixa e hipotensão. Então, a forma mais segura de ingerir suas propriedades é no chá ou no suco.

Para o chá você irá precisar cerca de 3 colheres de sopa de folhas secas ou frescas de erva-cidreira e uma xícara de água fervente. Para o suco, coloque as folhas no liquidificador junto com 200 mL de água, suco de 1 limão e mel a gosto. Bata tudo, coe e beba gelado.

Conheça outros chás com benefícios para a saúde!

Os benefícios do capim-cidreira
O capim-cidreira, capim-santo ou capim-limão, como é conhecida a planta medicinal, é rico em citral, limoneno, geraniol e mirceno. Essa combinação de compostos bioativos faz com que o capim-cidreira tenha ação antioxidante e propriedades analgésicas, diuréticas e antissépticas.

Ou seja, a planta é uma ótima opção para prevenir situações como pressão alta, dores musculares e cólicas.

A planta pode ainda ser usada para:

  • Perder peso;
  • Tratar a gastrite;
  • Aliviar dores leves;
  • Combater a insônia;
  • Auxiliar no tratamento da candidíase;
  • Prevenir a trombose;
  • Combater o mau hálito.

Como usar o capim-cidreira

O capim-cidreira tem um aroma semelhante ao do limão e é muito utilizado no preparo de chás, compressas, sucos, bolos e geleias. Além disso, o capim-cidreira é muito utilizado em cosméticos, como shampoos, desodorantes e loções, assim como em óleos essenciais, encontrados em lojas de produtos naturais.

Para fazer o chá de capim-cidreira, basta colocar 1 colher de sopa de folhas frescas picadas numa xícara e cobrir com água fervente. Tampar, deixar descansar por 5 a 10 minutos, coar e beber em seguida. O recomendado é que não se ultrapasse 3 a 4 xícaras por dia.

O consumo exagerado dessa planta pode causar tontura, sono, fraqueza, enjoo, boca seca e pressão baixa. O uso também não é recomendado para mulheres que estejam grávidas ou amamentando.

Este artigo tem o objetivo de informar e disseminar conhecimento, ele não serve como indicação a tratamentos alternativos e não substitui a avaliação médica. Se você possui alguma das condições citadas durante o artigo, consulte com o seu médico a melhor forma de tratamento.

E se você está buscando por outras notícias e dicas de saúde, não deixe de conferir outros artigos aqui no blog da Pax Nacional. Aproveite!

Gostou deste conteúdo? Então, antes de ir, nos mande um feedback nos comentários. Para receber novos conteúdos em primeira mão, assine a nossa newsletter!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br